Designers 2019-02-20T15:07:03+00:00

CRISTIANO DO VALLE

O designer da natureza

Cristiano do Valle nasceu em 1975, em São Paulo, capital. Aos 19 anos se viu dividido entre cursar arquitetura ou agronomia. Acabou se formando como engenheiro agrônomo, na Esalq-USP, uma das mais tradicionais faculdades do país.

Na sua infância, viajava pelo interior do Brasil, e gostava do contato com a natureza. Costumava passear na floresta da fazenda de seu bisavô, Olavo Ferraz, este que foi o idealizador de uma das primeiras reservas florestais privadas, tornando-se um exímio amante da fauna e flora. O último desejo em vida de seu avô concretizou-se quando conseguiu desapropriar a reserva para torna-la uma Estação Ecológica Pública, tendo a certeza de que aquela mata seria para sempre preservada.

Mesmo como agrônomo, manteve sua paixão pelo desenho. Alguns anos após se formar foi morar em uma fazenda no interior da floresta amazônica. Com a sugestão de sua mãe, passou a observar a madeira ao seu redor e perceber a beleza das formas naturais que não eram aproveitadas. Esse contato rendeu a ideia de criar móveis e objetos de decoração. “No início, quando eu juntava pedaços ocos e esburacados de madeira, achavam que eu era louco, pois para as pessoas, naquele momento, aquelas peças eram tidas como lixo”, diz Valle.

Em 2003, criou em São Paulo a Tora Brasil, empresa especializada na produção de móveis de madeira da Amazônia. No começo, suas peças eram vendidas em uma pequena garagem, na Vila Madalena. Em menos de dois anos o crescimento da empresa exigiu a mudança para um espaço maior e o local escolhido foi um showroom em Pinheiros. A nova fábrica foi instalada no município de Vinhedo, próximo à capital paulista. Passou pela Gabriel Monteiro da Silva, e atualmente, a Tora Brasil está localizada em um charmoso galpão na Vila Leopoldina, de 1.100 m², um espaço multiuso que recebe clientes, arquitetos e eventos.

Desde então, Valle desenvolve artigos de madeira luxuosos, duradouros, de desenho original, com status de obra de arte, nos quais a madeira maciça, intercalada com vidro, acrílicos ou metais, se transforma em mesas de centro, mesas de jantar, aparadores e bancos. As peças são caracterizadas por suas texturas e formas únicas, tornando-se, assim, itens exclusivos.

As peças que produz, levam em conta as imperfeições da matéria-prima natural, ou seja, o designer respeita os veios, contornos, marcas do tempo e os nós da madeira, fazendo questão em exibi-los e integrá-los ao desenho das peças. Para escolher a matéria-prima, Cristiano do Valle viaja de três a quatro vezes por ano para a região norte do Brasil, onde visita diferentes áreas de manejo florestal para garimpar. “Cada madeira serve a um móvel específico. Cada ida à Amazônia é uma garimpagem única, embora haja peças que desenhamos e depois procuramos a tora ideal para produzi-las”, diz Valle.

Seguindo o tripé da sustentabilidade – pessoas, planeta e negócio -, Valle decidiu já no início trilhar por esse caminho. Em 2007, conquistou a certificação FSC (Forest Stewardship Council), que atesta que os móveis que recebem este selo são feitos com madeiras provenientes de áreas de Manejo Florestal seguindo princípios do mínimo impacto e de alto valor social. A ideia é criar um sistema harmonioso entre o homem e o meio ambiente, no qual seja possível usufruir das fontes naturais de forma com que a própria floresta se perpetue, preservando sua fauna e flora, e que haja um desenvolvimento humano na região, gerando empregos e renda.

“A melhor forma de se preservar uma floresta é fazer com que a sociedade perceba seu valor e desenvolvimento, e passe a apoiar e adquirir produtos certificados, dando força a essa cadeia”, explica Valle. Segundo ele, as belezas garimpadas na natureza são levadas ao cotidiano de milhares de lares espalhados nos quatro cantos desse mundo, levando consigo um pedacinho do tesouro brasileiro.

Atualmente, Cristiano do Valle é diretor do Conselho do FSC Brasil. Já expôs seus trabalhos fora do país como na CASACOR Estocolmo, na Suécia; Maison et Objet, na França; Exposição Be Brasil, em Milão; e ICFF (International Contemporary Furniture Fair), em Nova York. Os produtos desenhados por ele para a Tora Brasil podem ser encontrados mundo afora como em uma residência em Cingapura, numa residência da realeza sueca, o Palácio de Drottningholm, e lojas da Louis Vuitton em Macau, Courchevel, Capri, Gstaad, St. Barth, Crans Montane, Forte dei Marmi, entre outros. Ao todo, peças de Valle ambientam 600 residências, bares e restaurantes em dez países.

OSWALDO MELLONE

Fez parte da história do L’Atelier moveis. Recém-formado, foi assistente de Jorge Zalszupin, diretor criativo da empresa. Juntos com a equipe desenvolveram muitos produtos, procurados e valorizados até hoje. A convite do governo japonês foi estudar em Tóquio. Retornando, montou seu próprio estúdio, Mellone + Associados. Conhecido por atuar em vários campos do design, foi o primeiro brasileiro a receber o IF Design Prize por duas vezes.

Desenhou móveis para a Probjeto e Teperman, referências no design moderno. Esta é a primeira coleção para a Tora Brasil.

PRÊMIOS

  • IF DESIGN X 2
  • MCB museu da casa brasileira x 5
  • ID magazine x 1
  • IDSA industrial designers society of america x 1
Precisa de ajuda? Fale conosco