A importância da madeira e seu uso ao longo da história

By | 2021-02-19T18:45:17+00:00 19/02/2021|Categories: Sem categoria|0 Comments

A madeira teve grande importância na construção da humanidade e, até hoje, está presente no dia a dia do homem. Os primatas, nossos antecessores, já faziam uso dela para ter abrigo e para confeccionar algumas ferramentas essenciais à caça. Cada civilização usou a madeira de uma forma – dependendo do clima, do solo e de cataclismos. Desde o início, este material protegeu, ofereceu isolamento térmico e serviu como uma verdadeira base para a construção e evolução da vida.

Cientistas alegam a existência de árvores há mais de 200 milhões de anos, enquanto a vida humana na Terra surgiu há aproximadamente dois milhões.

Através de diversas de suas características, a madeira sempre foi de grande utilidade. Por flutuar, foi parte essencial das grandes navegações; por ter muitas espécies fáceis de trabalhar, foi utilizada para fazer utensílios domésticos, móveis e esculturas. É impossível pensar na madeira e não levar em conta o calor e a proteção que ofereceu através do fogo, por exemplo. Todos estes usos são, até hoje, uma realidade: a madeira continua presente em nossas vidas, com toda sua qualidade, utilidade e beleza.

Estudiosos apontam que, nas civilizações antigas, os principais usos da madeira foram no campo das armas – lanças, arcos e flechas, catapultas -, no campo da produção – rodas d’águas e ferramentas -,  no campo de transportes – carroças, canoas, barcos etc – e no campo das artes – móveis artísticos, tetos decorados e esculturas.

Algumas civilizações se destacaram pelo uso da madeira, como é o caso do Extremo Oriente. Seu povo criou construções capazes de se adaptar a recorrentes terremotos – revelando técnica e grande conhecimento arquitetônico. Os países europeus, principalmente a Noruega, também fizeram grande uso do material: por conta das baixas temperaturas, a madeira era responsável por manter seu povo aquecido. Os vikings (exploradores e guerreiros escandinavos) fizeram seu uso em navegações, que são conhecidas como “Drakkars” e eram construídas por meio de troncos empilhados horizontalmente.

Já no Brasil, a madeira foi protagonista de boa parte da história de sua colonização. Antes da chegada dos portugueses, todo o solo brasileiro era repleto de florestas e matas virgens – qualquer extração era realizada em pequenas quantidades, com o intuito de conseguir tintas, construir canoas e obter armas para caça. Com os colonizadores europeus, a extração da madeira do Pau Brasil se tornou a principal atividade econômica da época por um longo período.

Quando refletimos sobre como a madeira foi, sem dúvidas, um dos materiais mais versáteis e mais utilizados da história, e até mesmo sobre como seu uso é essencial para muitas atividades atualmente, entendemos a necessidade de respeitá-la e protegê-la. Valorize peças desenvolvidas através de uma extração com responsabilidade social e ambiental. Usufrua do poder da madeira de forma consciente!